TODAS AS TEMPORADAS DE THE WALKING DEAD, DA PIOR À MELHOR!


#TOP9: A ESTRADA ATÉ AQUI...
THE WALKING DEAD!




Há vários anos figurando nas listas de maiores audiências da televisão mundial, The Walking Dead já presenteou o público com episódios memoráveis e emocionantes. A série, que apesar de retratar um apocalipse zumbi, gasta muito mais seu tempo focando nas mais diversas relações entre as pessoas, e o quanto as condições externas podem afetar quem nós somos, ou aquilo que nós pensávamos ser.

Vários momentos do show fizeram-nos refletir sobre ações que praticamos em nosso cotidiano, como a relação de um pai e um filho, tentando ao mesmo tempo, preservar a inocência de uma criança e educá-la para viver em um mundo selvagem e caótico. Algo extremamente profundo e verossímil.

Todavia, nem só de dias ensolarados vive o mundo; e The Walking Dead também já foi responsável por momentos pobres de roteiro e de irritar qualquer telespectador. Como vimos na oitava temporada com a tão aguardada Guerra dos Salvadores.

Então resolvemos fazer uma lista com todas as temporadas de The Walking Dead, da pior para a melhor, a fim de colocarmos as cartas na mesa, e julgar qual foi a melhor temporada do show até o momento.

Portanto, enquanto esperamos ansiosos a chegada da décima temporada, em outubro, vamos ter mais uma pequena dose de The Walking Dead e tomarmos esta difícil decisão!



TEMPORADA 08

A temporada que tinha tudo para ser a melhor da série, e se tornou o pior pesadelo para todos os walkers.
A Guerra dos Salvadores foi prometida, prometida, prometida, até que... NÃO ACONTECEU!
Bom, aconteceu; mas longe(muito longe) do que esperávamos. Uma sucessão de erros de roteiro, direção e montagem. Um trabalho de Scott Gimple na direção da série digno de uma pintura de uma criança de dois anos de idade.

E uma grande trapalhada que custou a vida de Carl Grimes, importante personagem da série; além de custar a perda de praticamente metade da audiência.
Nem a atuação perfeita de Jeffrey Dean Morgan como Negan salvou esta temporada mais podre que carne de zumbi.



TEMPORADA 03


Esta temporada cheia de monotonia teve uma grande quantidade de oportunidades desperdiçadas, como ponto mais alto podemos lembrar do decepcionante confronto do último episódio, onde esperávamos uma Guerra Total entre os dois grupos de Rick Grimes e Governador; mas que se resumiu a uma mera sequencia de cenas; que senão fosse pelo finado Carl Grimes, não teria nenhuma morte para nutrir nosso desejo por sangue.

A temporada que começou com episódios tocantes e importantes para a construção de vários personagens do núcleo central da trama terminou com um gostinho de que poderia ter sido muito melhor; e felizmente foi mesmo, mas só na temporada seguinte.



TEMPORADA 07


Para The Walking Dead ir do céu ao inferno não demorou muito tempo, apenas quinze episódios.
Foi o tempo da trama partir de "The Day Will Come When You Won't Be", (primeiro episódio da temporada) para “Something they need”(penúltimo episódio da temporada). A temporada começou a angustiante dúvida deixada por um dos maiores cliffhangers da histórias da TV americana: “Quem Negan matou a pauladas no último episódio da sexta temporada?”

E após a descoberta chocante em um dos melhores e mais corajosos episódios da série; o que parecia perfeito desceu a ladeira de uma maneira tão rápida que até assusta. Cerca de dez milhões telespectadores a menos entre o primeiro episódio da sétima temporada e o último; por sinal o último foi o único episódio que se salvou no “pós-morte de Glenn e Abraham”; que apesar de terem sido personagens bem escolhidos para sair da série, parecem ter jogado uma praga no programa, que piorou muito após suas saídas. Piora essa, que só teria fim na nona temporada.



TEMPORADA 06


Agora temos duas temporadas medianas e que trazem múltiplos sentimentos.
A sexta temporada traz uma trama muito centrada em Alexandria(nova comunidade do grupo de Rick), e apesar provocar por vários episódios sob a aparição do tão terrível Negan, ela demora a entregar a apresentação do vilão.

Felizmente quando entrega, funciona muito bem, mas até lá, muitos episódios desnecessários e poucos momentos de tensão acontecem, e parecem deixar a série sempre indo na marcha três; sem muita ousadia, mas também sem dar para trás. Uma temporada morna, e importante apenas em seus últimos episódios, onde mostra que algo grande está se aproximando, e esse algo chama-se: Salvadores.



TEMPORADA 05


Melhor do que a sexta temporada por mostrar episódios mais equilibrados, e mesmo sendo brilhante em poucos momentos; trouxe momentos muito bacanas de se ver, como o primeiro episódio, onde Carol explode o Terminus SOZINHA!!!

Ou ao vermos um Rick mais possesso, a exemplo da sangrenta cena da igreja, onde ele elimina os últimos sobreviventes do Terminus enchendo as câmeras de violência; um momento forte mas que reforça o instinto de sobrevivência vinha tomando.
O paradeiro de Beth também é descoberto nesta temporada, para a dor de nosso amado arqueiro Daryl Dixon.



TEMPORADA 01


Sem essa temporada, não haveria tantas outras; e o que começou como uma incógnita de seis episódios, logo ganhou corpo e uma audiência histórica, se tornando um dos shows de maior sucesso da história dos Estados Unidos, e nas temporadas seguintes, a maior audiência do mundo.

Tudo começou o xerife Rick Grimes acorda de um coma em um hospital, e deve procurar que seus familiares e amigos, que estão tentando sobreviver em meio a um apocalipse zumbi, no qual Rick agora, tem que saber se adaptar, mesmo sem saber de onde e porquê, esse vírus dominou o planeta.

Cenas inesquecíveis como a do tanque de guerra, e o reencontro de Rick e seu filho Carl ficarão para sempre na lembrança de todos os walkers que se apaixonarem por esse maravilhoso universo retirado das histórias em quadrinhos de Robert Kirkman.



TEMPORADA 02


Uma temporada que eu gosto muito, e que ajudou a expandir o território da série, com a descoberta da fazenda de Hershel, e a natural expansão do universo da série, ao sabermos que existem tantos outros lugares a descobrir no apocalipse zumbi.

O ano foi marcado pela rivalidade Rick vs. Shane; que culminou em um final tortuoso para Rick e seu filho Carl; e pior ainda para nosso querido Shane. Jon Bernthal deu vida a Shane de uma forma tão verossímil e deliciosa de assistir, que somente seu estilo de agir e seus trejeitos já fez esta temporada valer a pena.

Isso tudo sem contar a entrada de personagens importantíssimos para a mitologia de The Walking Dead, como Maggie e Hershel; além do triste fim da garota Sophie, que destruiu emocionalmente sua mãe, Carol.



TEMPORADA 09


Contraponto da oitava temporada, já que a nona tinha tudo para ser a pior temporada de todas e sepultar The Walking Dead de uma vez por todas.
Mas felizmente foi justamente o contrário, e apesar da drástica queda de audiência há duas temporadas seguidas e a saída do protagonista Andrew Lincoln, a série se encontrou e entregou episódios memoráveis, como o “episódio das estacas” e o da “morte” de Rick Grimes.

A nova showrrunner Angela Kang assumiu o comando da série justamente nesta temporada em meio a um turbilhão de dúvidas e questionamentos, e hoje entrega um show bem roteirizado e renascido, muito por conta das mãos desta talentosa comandanteE se hoje temos a certeza de uma nova temporada bem sucedida de The Walking Dead, isso se passa muito por conta de Angela.



TEMPORADA 04


A quarta temporada foi marcada pelo derradeiro confronto entre o povo da Prisão e os comandados do Governador, primeiro grande vilão da série.

E mesmo a batalha tendo sido épica(do contrário da Batalha dos Salvadores), a quarta temporada foi bem mais que isso; tivemos o grupo de Rick se expandindo e mesmo após a queda de seu lar e a consequente separação de vários membros do grupo em meio aquele caos, continuaram firmes em busca do tão aguardado reencontro.

E o reencontro veio, porém em um lugar não tão agradável, no Terminus; é o que prometia ser um Santuário de salvação se transformou em uma luta de vida ou morte, com direito a muitos tiros, porrada e bomba. Um dos pontos altos da série foi um olhar mais cuidadoso ao personagem do Governador, que ajudou a desenvolver uma afeição maior(ou não) ao personagem, que foi brilhantemente interpretado pelo experiente David Morrissey.
Curioso que esta temporada também foi dirigida por Scott Gimple, também responsável pela pior temporada da lista.



“The Walking Dead oscilou em sua qualidade, mas uma coisa continua a mesma desde seu primeiro episódio, ela continua nos provocando um misto de sentimentos em nosso peito, e nos convidando temporada após a temporada a continuar fazendo parte desta deliciosa e emocionante trama”


Nenhum comentário:

Postar um comentário