BATMAN DYING IS EASY (CRÍTICA)

 
BATMAN
DYING IS EASY (REVIEW)


Dying is easy-batman-geek-resenhas


Estreou recentemente Batman: Dying is easy, um fan film do Homem Morcego, que como tudo que gira em torno desse personagem, chegou cercado de expectativa e ansiedade pelos fãs.

Encabeçado pela dupla diretores Aaron Schoenke(também roteirista) e Sean Schoenke, o projeto entrega cerca de vinte e cinco minutos de entretenimento da mais alta qualidade. A produtora Bat in the Sun já havia entregado outros projetos de curta metragem envolvendo o Morcegão, mas em Dying is easy ela faz algo ainda maior, pois havia uma responsabilidade imensa nos ombros da produtora, que a cada projeto lançado, angaria ainda mais olhos voltados ao seus projetos. E com uma alta expectativa do público dos quadrinhos(que já não é um público fácil de agradar), este novo fan film faz jus a imagem do Homem Morcego, e é melhor, inclusive que certas produções em live-action, ouviu Joel Schumacher??

 

Para começar, temos um Kevin Porter impecável como Batman, e trajando um capuz de testa franzida que causaria medo até em quem não tem uma mãe chamada Martha.

As coreografias das cenas de luta(ou melhor, DA cena de luta) também estão muito bem ensaiadas, e me fizeram lembrar um pouco das cenas filmadas por Christopher Nolan em sua trilogia Cavaleiro das Trevas. E mesmo que alguns fãs questionem as cenas de combate dirigidas por Nolan, no fan film elas funcionam muito bem, principalmente por serem algo mais rápido, e que servem mais para iniciar o projeto com o pé na porta.

E por falar em início, que batmóvel é esse??? Uma apresentação que deixaria Bill Finger orgulhoso, e com uma trilha sonora muito bem escolhida por Sean Schoenke!


Dying is easy-batman-geek-resenhas

Agora vamos falar do design da produção, que é sem dúvidas, o maior ponto alto da trama. Com uma Gotham muito bem construída, e um Asilo Arkham claustrofóbico, os personagens tem todo um terreno firme para ficarem a vontade em seus papéis.

Destaque para a melhor Hera Venenosa que você já viu em live action, interpretada pela maravilhosa Vera Bambi, e um Charada lunático vivido por Doug Jones(ele mesmo, de A Forma da água e Labirinto do Fauno). O Tenente Bullock, de Michael Madsen(Kill Bill 2) parece ter saído dos quadrinhos, e contou com toda a experiência do ator para brilhar na trama(mesmo sendo chato para c******!)

 

É claro que vamos falar dele agora, do Coringa de Aaron Schoenke(sim, ele escreve, atua, dirige, dá like, faz tudo no filme!!!). O Palhaço construído por Aaron apela muito para o lado teatral, e para a falácia, que descarrega um caminhão de fan services na mente do telespectador, mas que funciona em um projeto de curta duração, como Dying is easy.

A maquiagem utilizada no projeto está muito boa, como vemos nos exemplos da Hera Venenosa e Sr. Freeze(Schwarzenegger é você??). Até mesmo o Crocodilo dá o ar da graça, e mostra uma ótima sincronia entre maquiagem e efeitos visuais, dando uma surra no mesmo  personagem que fora visto em Esquadrão Suicida, que pasmem, ganhou o Oscar de melhor maquiagem!!!
Um Hugo Strange muito do canastrão também dá as caras no projeto.

O enredo da trama é algo simples, mas bem executado, com direito a um plot twist satisfatório no final, mesmo que seja um plano muito do mirabolante e lento do Morcegão, para solucionar um problema que era de nível de urgência máximo.

O curta possui uma cena pós-créditos, que apresenta mais um personagem da mitologia do Homem Morcego, e que também é muito fiel as HQ’s. E mais uma vez, bato na tecla do design de produção que fez o que Hollywood teima por menosprezar a cada projeto envolvendo super-heróis, a fidelidade com as obras originais. É impossível olhar para os atores escolhidos pela dupla Schoenke e não imaginar ao menos uma história do Batman que já vimos aquela cena ou aquela fala. É respeito ao nível hard com toda a mitologia do Homem Morcego.

 

Sem dúvidas, a Bat in the sun alcança um outro patamar(já diria Bruno Henrique) com este novo projeto. Dying is easy é entretenimento da mais alta qualidade, e um dos melhores projetos já feitos envolvendo o Homem Morcego, seja por fãs ou não. O filme já se encontra no Youtube, de forma legendada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário